35 – Banff

Despedida de Lake Louise e Banff.

Depois de duas noites em Lake Louise Vilage é hora de nos despedirmos do Gabriel e seguir viagem.

Aproveitamos que o dia amanheceu praticamente sem fumaça dos incêndios e fomos novamente fotografar o Lake Louise. Por dica do Gabriel, encaramos uma caminhada de 1.600 metros em uma trilha para o Fairview Mountain. Lombada acima, na primeira hora da manhã... Quase tive um infarto! Imagino meu companheiro de viagem que é fumante e me acompanhou até o topo. A paisagem lá de cima nem era tão bela. Mas valeu a caminhada!
Lake Louise

Lake Louise visto do Fairview

 
Lake Louise

Lake Louise

Depois do Lake Louise fomos conhecer o Lake Moraine. Este lugar é absolutamente incrível. Uma lago azul cercado de montanhas muito altas, que apesar de estarmos na última semana do verão ainda tem gelo (imagine como fica no inverno!). Lembro desse lago em fotos de calendários. O lugar é impressionante!

Lake Moraine

Lake Moraine

Para conseguir um melhor enquadramento para as fotos era necessário subir uma pequena montanha. Nessa meu companheiro não se animou a acompanhar. Era bastante pedregulho e ele optou pela visita à loja de "gifts" que tem lá em baixo.

_MG_2561-640x427

Antes de pegar a estrada rumo à fronteira com os Estados Unidos, fomos conhecer a cidade de Banff. Por causa da quantidade de turistas e construções em estilo europeu, se parece com a nossa cidade de Gramado, no Rio Grande do Sul, guardadas as devidas proporções.

Chegada em Banff

Chegada em Banff

Quando passávamos pelo centro da cidade conhecemos algumas brasileiras que moram no Canadá e estavam passando alguns dias de férias para aproveitar as belezas da cidade. Uma delas é sobrinha do Prof. Edson Pereira, amigo do Edson que mora no estado do Paraná. Coincidência! Registramos o momento e batemos um papo em português.

Brasileiras em Banff

Brasileiras em Banff

  Depois de Banff, tomamos a estrada que passa pelo Parque Nacional Banff, que tem paisagens muito bonitas. Acabamos não fotografando muito porque se parássemos para tirar foto em todos os lugares bonitos, teríamos que passar um mês inteiro nesta região.   Ao final do dia, percebemos um erro no percurso. Isso nos custou quase 150 km andados para uma direção diferente da que gostaríamos de ter tomado. Com a ajuda do Cassiano, acabamos refazendo o roteiro, sem grandes problemas. O novo percurso ainda contemplará a passagem pelo Gacier National Park, que era o objetivo do roteiro original.   Acabamos pernoitando na cidade de Pincher Creek no Canadá e cruzaremos a fronteira na primeira hora da manhã. Esse é o plano!