21 – Prudhoe Bay

Tradicional placa da General Store
Realização de um sonho. Extremo Norte das Américas.

.

Depois de uma noite mal dormida, antes das 6h da manhã já estávamos preparados para encarar a lama e a estrada de chão que nos faltava. O Edson não gostou muito da noite. Acampar em lugar com temperatura abaixo de zero não é tarefa fácil, mas levaremos para sempre a experiência.

Acampamento no Circulo polar ártico

Acampamento no Círculo polar ártico

 

Havia muitos trechos de estrada ruim, onde a velocidade tinha que ser reduzida e também vários trechos em obras, onde a terra solta deixava a pilotagem complicada. Enfim, sobrevivemos!

Dalton Highway

Dalton Highway

O visual é impressionante e a vegetação vai dos intermináveis pinheiros na primeira parte, até uma espécie de pasto amarelinho mais perto do nosso destino.

Depois de muito sofrimento, chegamos a Prudhoe Bay por volta de 9 horas da manhã. Que lugar esquisito... A impressão é que tudo é construído em contêineres. Aqui há várias empresas vinculadas à exploração de petróleo. Muitas máquinas, poucas pessoas.

Cavalo esperto

Cavalo morto

Tomamos café no Prudhoe Bay hotel

Prudhoe Bay hotel

Tomamos café no hotel Prudhoe Bay e tivemos dificuldade para abastecer. O posto também é um contêiner e não há ninguém para atender. É preciso entrar nele e passar o cartão de crédito, isso vai liberar a bomba de abastecimento, você mesmo enche o tanque e volta para pegar o recibo impresso pela máquina. Tudo sem interferência de ninguém. Deu um pouco de trabalho, mas conseguimos!

Auto service. Posto de gasolina em Prudhoe Bay

Auto service. Posto de gasolina em Prudhoe Bay

  Tivemos dificuldade de encontrar as atrações. Não há muitas placas e tudo é muito estranho. Fizemos a foto na General Store, que é um dos pontos de referência do lugar, já que não há nem placa na entrada da cidade. Optamos por retornar no mesmo dia, então voltamos até Coldfoot e acabamos pernoitando em um lugar chamado Wiseman. Conhecemos o Bier Monument, que são milhares de latas de cerveja reunidas em um único lugar. Se considerarmos que há cerca de 20 casas no local, imaginem o tempo que se levou para juntar todas essas latas.
IMG_1036-640x427

Monumento para a cerveja em Wiseman

Que lugar impressionante é Wiseman! Um pequeno vilarejo formado por cabanas construídas em madeira. O preço do pernoite foi 100 dólares (quase metade que em Coldfoot) e com um conforto muito maior. Ficamos em uma pousada que é voltada para receber turistas que buscam o lugar para "caçar" a aurora boreal. Como o efeito de luzes ocorre no inverno daqui, não há muito movimento nesta época do ano, quando estão em pleno verão. Há um aeroporto e 4 aviões perto das casinhas do vilarejo, em frente às quais os donos fazem fogueiras e ficam sentados, conversando e bebendo. Conhecemos também um museu muito interessante sobre os pioneiros do Alaska e sobre a exploração do ouro. Esse lugar vale a visita!

Amanhã concluiremos o último trecho de Dalton Highway em direção a Fairbanks.

 

.